Saiba tudo sobre o Simples Nacional

Saiba tudo sobre o Simples Nacional

O Simples Nacional foi lançado em 2007 e a cada ano passa por diversas mudanças. Você já conhece tudo sobre ele? Então venha conferir mais detalhes:

O que é o Simples Nacional?

O Simples Nacional é um regime tributário de arrecadação, cobrança e fiscalização de impostos criado para ajudar as micro e pequenas empresas. Em resumo, ele é mais simplificado e a partir dele é possível o recolhimento de diversos tributos federais, estaduais e municipais em uma única guia.

Seu limite é para faturamentos de uma receita bruta anual de até R$ 4,8 milhões e sua alíquota varia de acordo com o faturamento da empresa. Seu principal objetivo é descomplicar e diminuir a burocracia de pagamento de impostos para os pequenos empresários, incentivando o empreendedorismo do país.

Quem não pode aderir ao Simples Nacional?

Não são todas as empresas que podem aderir a esse regime tributário. A atividade exercida pelo empresário precisa estar inserida em um dos anexos vigentes para que a liberação seja autorizada. Se você ainda não sabe se sua empresa se adequa, pode pesquisar no CNAE Simples e consultar sobre sua atividade.

Outras questões que podem impedir sua empresa de optar pelo Simples são: um dos sócios residir no exterior ou possuir outra empresa; empresa com sede no exterior ou com filial/sucursal; empresas cooperativas; possua débito com o (INSS) ou com as Fazendas Públicas Federal, Estadual ou Municipal; possua cadastro fiscal com irregularidade, entre outros.

Como optar pelo simples?

As empresas que se enquadrarem nas características podem optar a qualquer momento, como na abertura da empresa. Para empresas que desejam alterar o seu enquadramento para o Simples Nacional podem fazer no primeiro mês de cada ano. 

O ideal e mais recomendado sempre é contratar um profissional que já esteja habituado à tributação. Porém, se optar se cadastrar por conta própria, é só acessar o site do Simples Nacional.

É muito importante também analisar todas as particularidades de sua empresa, pois em alguns casos, mesmo para pequenas empresas, é mais vantajoso e econômico optar pelo Lucro Presumido.

E aí, entendeu como funciona o simples nacional? Não esqueça de sempre estar de olho nas alterações e tabelas da lei. E fique ligado em nosso blog para mais dicas e conteúdos sobre gestão, finanças e pequenas empresas.